##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Germán Augusto MURRIETA-MOREY Hellen P. SANTANA José C. O. MALTA

Resumen

As espécies de Isopoda da família Cymothoidae são encontradas parasitando a superfície do corpo, nadadeiras, cavidade bucal e branquial dos peixes, alimentando-se do sangue, muco, epitélio e tecido subcutâneo. Na Amazônia brasileira existem poucos estudos referentes à distribuição destes parasitas e seus hospedeiros. Assim, o objetivo do presente trabalho foi conhecer as espécies de Isopoda que ocorrem em S. altispinis coletadas em lagos de várzea da Amazônia brasileira. Foi examinada a superfície externa do corpo, nadadeiras, cavidade bucal e branquial, parede interna do opérculo e aberturas no abdômen de 60 S. altispinis. Os indivíduos encontrados foram coletados com pincéis finos, estiletes, pinças e foram fixados e conservados em etanol 70° GL glicerinado a 10%. Foram identificadas duas espécies parasitando as brânquias: 16 indivíduos de Anphira branchialis, Thatcher, 1993 com uma prevalência de 13.33% e um indivíduo de Vanamea symetrica (Van Name, 1925) com uma prevalência de 1.67%. Os dados obtidos no presente trabalho aumentam o conhecimento das espécies parasitas de S. altispinis, sendo reportadas duas novas ocorrências de A. branquialis e V. symetrica em um novo hospedeiro.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Palabras clave
Cymothoidae; Isopoda; lagos de várzea; parasitas; Serrasalmus altispinis